Você está em: Mídias em Geral // Seriado LOST apresenta ao mundo a Igreja do Anticristo!

Seriado LOST apresenta ao mundo a Igreja do Anticristo!

No último capítulo da série, transmitido na noite do último domingo (23/05/2010) nos EUA pelo canal ABC (pertencente à Disney, diga-se de passagem) e ontem à noite (25/05/2010) no Brasil pelo canal AXN, não foi diferente. Além da constante abordagem baseada em “vidas passadas”, “vidas paralelas”, “visões”, “o mal entrando ou usando tal pessoa” e outros conceitos do tipo, no final foi mostrada uma igreja bem parecida com o que deve ser a “Igreja do Anticristo” (Apocalipse 13).

A igreja mostrada se parece muito com uma igreja Católica, e isso é compreensível, já que a igreja será do “Anticristo”, porém será oposto aparentando ser igual (Apocalipse 13:11). Além disso, como está historicamente registrado, a igreja Católica foi a primeira a misturar o Cristianismo com outras religiões (por exemplo quando foi estrategicamente declarada religião oficial do Império Romano pelo Imperador Constantino) – o chamado “sincretismo religioso”, que é o primeiro passo para o Ecumenismo. E o Ecumenismo será a base para a “religião do Anticristo”.

Veja imagens de cenas do final do último capítulo, onde aparece a tal igreja e os símbolos nela contidos:

LOST church

LOST church

LOST church

Nestas cenas acima, que mostram uma sala nos fundos da igreja, aparecem símbolos e ídolos de diversas religiões. Tem, por exemplo: crucifixos (Catolicismo); candelabros (Judaísmo); imagem de Buda (Budismo); imagem de uma santa (Catolicismo); quadro de Krishna (Hinduísmo); imagem de outra deidade hindu, provavelmente seja Kali ou Shiva (Hinduísmo).

LOST church

LOST church

LOST church

LOST church

LOST church

Nas cenas acima vemos um vitral da igreja que mostra símbolos de várias religiões: o símbolo do Islamismo (lua e estrela); a estrela de Davi (Judaísmo); a sigla “Om” ou “Aum” (religiões orientais como Hinduísmo e Budismo); a cruz (Cristianismo); a Dharmacakra, que segue a mesma linha do símbolo do “dharma” mostrado acima (Budismo); e o Yin/Yang (Taoísmo). Repare nas cenas (vídeo) que as câmeras e os personagens são estrategicamente posicionados de modo que o vitral seja constantemente e claramente mostrado. Acima dos símbolos tem algo como um “sol”, talvez representando “ascenção” (do ‘deus’ esperado por várias religiões, o Anticristo).

O pai de Jack, que a parece nestas cenas na igreja, chama-se “Christian Shephard”, que é uma clara referência ao termo “christian shepherd”, que traduzido significa “pastor cristão”. Nas cenas ele é o responsável por explicar a Jack o que aconteceu (que ele e todos estão mortos). Porém se analisarmos a influência das religiões orientais e da Nova Era na trama, os símbolos contidos na igreja, a vida conturbada de Christian Shephard e a possibilidade dele ter sido usado pelo “Homem de preto” em aparições na ilha, veremos que não há nada de Cristianismo nisso.

Este artigo não tem o objetivo de condenar a série LOST ou algo do tipo, somente de mostrar as influências das religiões de seus criadores e os interesses por trás de algumas imagens mostradas. Quanto a tudo que vem de Hollywood temos que ver o que está sendo mostrado, mas também o que pode estar por trás do que está sendo mostrado.

Autor: Gustavo Guerrear, editor do Tabernaculonet.

Share Button

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,